O lado de fora das quatro linhas repercutiu no mundo esportivo repercutiu nesta quinta-feira.

O auxiliar de externa Luiz Felipe da Silveira Batista entrou na Justiça contra o Corinthians e diversos veículos de imprensa pedindo uma indenização de R$ 100 mil por danos morais por conta de um caso ocorrido em partida do time paulista contra o Vasco , em 17 de novembro de 2018, pelo Campeonato Brasileiro .

Nos bastidores, repercutiu a possibilidade de sanções ao Palmeiras , o que poderia chegar até ao rebaixamento à Série B do Brasileirão. O motivo é o fato de Marco Polo Del Nero, ex-presidente da CBF, ser membro do Conselho Deliberativo do clube. Ele está banido de qualquer atividade relacionado ao futebol desde que foi acusado pela Fifa de corrupção e suborno.

No basquete, repercutiu a Nike desvalorizou mais de R$ 4 bilhões nos primeiros 10 minutos de atividade da Bolsa de Nova York, por conta do ocorrido no duelo entre Duke e North Carolina na última quarta. Zion Williamson, grande promessa do esporte, caiu no chão quando o tênis do pé esquerdo simplesmente destruiu, causando uma lesão no atleta.

Já no futebol internacional, ganhou repercussão a resposta do presidente do Atlético de Madrid , Enrique Cerezo, às provocações de Cristiano Ronaldo durante e depois da vitória do time espanhol sobre a Juventus por 2 a 0, pela ida das oitavas de final da Uefa Champions League .

Por fim, também repercutiu a história de Luan, que jogou com Vinicius Junior nas categorias de base do Flamengo , hoje está na Lazio e pretende jogar pela seleção italiana.

Veja as principais notícias desta quinta-feira:

Acusado de assédio a repórter de TV durante jogo vai à Justiça contra Corinthians e imprensa e pede R$ 100 mil de indenização

Fifa pode rebaixar Palmeiras por manter Del Nero em Conselho Deliberativo

Gigante de material esportivo desvaloriza mais de R$ 4 bilhões após tênis estourar e lesionar promessa da NBA

Presidente do Atlético rebate Cristiano Ronaldo: 'Para mim, tem três Champions, não cinco'

Ele trocou o Corinthians pelo Flamengo e foi 'parça' de Vinicius Jr.; hoje, busca brilhar na Itália