Bolzan conta 'plano' de Renato Gaúcho para recusar oferta “expressiva” do Flamengo

Presidente campeão da última Conmebol Libertadores com o Grêmio, Romildo Bolzan foi o convidado do Aqui com Benja deste sábado (21 de abril). Durante o programa, que será reprisado neste domingo (22) no FOX Sports às 11h45, o mandatário tricolor contou com detalhes como foi a semana anterior à final do Campeonato Gaúcho, quando o técnico Renato Gaúcho tinha em suas mãos uma proposta do Flamengo.

“O processo foi assim: no primeiro jogo da final do Gauchão, o Renato me chamou num canto, depois do almoço, me disse ‘presidente, vamos jogar assim, vamos tentar fazer uma vantagem’, ele tem essa mania, ele compartilha muito essas coisas. Aí aproveitei e troquei ideias sobre o ano que vem, transição... O time de transição na primeira fase do Campeonato Gaúcho foi muito mal, não podemos queimar esses jogadores, quero essa colaboração, vou te pedir essa visão, não vamos deixar eles no limbo. E eu perguntei para ele: ‘E essa conversa de Flamengo? ’ Ele disse: ‘Recebi um telefonema, mas nada de importante, fique tranquilo presidente’. E eu fiquei. Passei a semana tranquilo e minimizando esse assunto”, afirmou Bolzan, que seguiu:

“No domingo de manhã, estávamos em Pelotas para a final, ele nos chama, a mim e ao vice-presidente de futebol, e ele disse: ‘Olha, mudou um pouquinho o assunto’. Comecei a gelar. Ele disse: ‘O Flamengo me procurou, fez proposta de tanto, eu não aceitei, fez proposta de tanto, eu não aceitei, valores expressivos, as últimas eram. Eu pedi tanto e eles não deram resposta até agora. Ele disse isso, mas assim: ‘Eu vou pedir tanto para não ir’, nesse sentido. Quando começou a fazer aquela ladainha toda, ele olhou para mim e disse: ‘Ah, presidente, então me diga alguma coisa’, como se dissesse: ‘Nós queremos que tu fiques’”, contou o mandatário.

“E de fato o discurso foi nesse sentido. ‘Queremos que você fique, tem um trabalho, e mais: vou revelar uma situação que ainda não tinha dito. ‘Se tu saíres, tu vais nos quebrar as pernas’. O vice de futebol foi na mesma linha: vamos ficar mal, não vamos conseguir arrumar uma situação rapidamente para suprir isso. O ambiente aqui é afinado, todo mundo confia em todo mundo. Estamos num ambiente harmonizado, nós não sabemos o que vamos fazer se tu sair. Aí ele demorou uns minutos e falou: ‘Fique tranquilo, vou ficar’”, completou o presidente.

Crédito da foto: Lucas Uebel/Grêmio

Fonte: FoxSport

Comentários

Jogos

Brasileirão Série A
ParanáParaná
- x -
FlamengoFlamengo
Últimas
+ Lidas da semana