Atlético-MG lucra em um jogo o que 18 times não fizeram em todo Brasileirão

Depois de ser brevemente ultrapassado pelo São Paulo no recorde de lucro com ingressos no Brasileirão de 2021, o Atlético-MG voltou a ser dono da partida mais rentável. Contra o Juventude, a equipe de Belo Horizonte teve uma renda líquida, ou seja, já descontando as despesas, de R$ 3.663.731,77. Como mostra o UOL Esporte , esse é um dos reflexos do aumento do ingresso para o torcedor .

Para esse jogo no Mineirão, o Galo comercializou 61.476 ingressos, com uma renda bruta de R$ 4.649.287,50. As despesas para realizar um jogo desse porte foram de R$ 985.555,73, considerando itens como custos com arbitragem, antidoping e segurança.

Essa renda líquida obtida pelo Atlético-MG é superior ao que 18 times fizeram em todo o Nacional, considerando a soma de todas as outras rodadas. Só o Corinthians conseguiu colocar mais dinheiro na sua conta do que isso. A equipe paulista já soma R$ 5.195.026,90 de lucro considerando o retorno dos torcedores às arquibancadas e já descontando não só os gastos para a realização dos jogos, mas também as partidas em que os portões estavam fechados e significavam prejuízo certo.

São Paulo, Palmeiras, Internacional, Grêmio e Cuiabá também estão no azul neste quesito, mas a arrecadação total é inferior ao que o Atlético-MG conseguiu apenas na partida contra o Juventude. Os outros times ainda estão no negativo.

Flamengo e Fluminense estão desde o começo do Nacional nas últimas colocações por causa do alto custo para a realização de um jogo no Maracanã. O rubro-negro, mesmo com uma das maiores médias de público, só conseguiu operar no positivo em uma partida .

O levantamento feito pelo blog considera até a rodada do fim de semana, uma vez que os documentos das partidas do meio de semana ainda não foram enviados em sua totalidade à CBF. O Sport também não entra neste estudo uma vez que o time de Recife não presta as contas detalhadas nos borderôs enviados pela Federação Pernambucana. Ainda assim, nos dados que envia, o lucro acumulado não passa dos R$ 600 mil.

Confira o ranking completo de receita líquida até a rodada do fim de semana:

  1. Atlético-MG: R$ 8.399.861,93
  2. Corinthians: R$ 5.195.026,90
  3. São Paulo : R$ 2.792.878,30
  4. Palmeiras : R$ 2.561.245,56
  5. Internacional: R$ 2.527.194,09
  6. Grêmio : R$ 465.493,89
  7. Cuiabá: R$ 3.656,31
  8. Athletico : -R$ 28.648,95
  9. Fortaleza : -R$ 86.322,38
  10. Atlético-GO: -R$ 345.240,19
  11. Chapecoense: -R$ 496.671,73
  12. Juventude : -R$ 570.031,00
  13. Bahia : -R$ 658.449,39
  14. Ceará : -R$ 659.868,12
  15. Red Bull Bragantino : -R$ 787.748,38
  16. Santos : -R$ 800.295,83
  17. América-MG: -R$ 899.180,20
  18. Flamengo: -R$ 1.194.395,95
  19. Fluminense: -R$ 3.662.743,23

Siga também as opiniões de Danilo Lavieri no Twitter e no Instagram

Imagem: Pedro Souza/Atlético

Fonte: Uol
)