Rio - Um dos principais ídolos da história recente do Flamengo, Arrascaeta, de 29 anos, utiliza a camisa 14, que não é um número tão convencional no Rubro-Negro. Em participação no canal do YouTube "Es Todo un Tema TV", o uruguaio revelou que quando foi contratado junto ao Cruzeiro foi prometida para ele a camisa 10, algo que nunca foi cumprido.
"Quando eu ia vir para o Flamengo me disseram que me dariam a 10 (camisa). Obviamente eu gosto desse número e se tivesse a possibilidade logicamente eu queria. Joguei no Defensor, na Seleção do Uruguai e no Cruzeiro. Bem depois já estava tudo formalizado para o Gabigol ser, mas não tenho nenhum ressentimento", afirmou.
Durante os anos de 2019 e 2022, a camisa 10 foi utilizada por Diego Ribas, que estava no Flamengo antes da chegada de Arrascaeta e Gabigol. Porém, com a aposentadoria do meia, a numeração ficou com o autor dos gols dos títulos da Libertadores de 2019 e 2022.
"Ele (Gabigol) não me perguntou nada. Os líderes já haviam combinado que era para ele e o que vou dizer que depois de tudo o que ele ganhou aqui", contou.