Rio - O Flamengo encerrou o trabalho na pré-temporada nos Estados Unidos no sábado (27), após empate em 1 a 1 com o Orlando City . O elenco ficará por mais uns dias para encerrar a preparação para o duelo com o Sampaio Corrêa, pelo Cariocão, na quarta-feira (31), em Belém.
Os principais jogadores do Rubro-Negro estão nos Estados Unidos há dez dias. Foram poucas as folgas que receberam os atletas. O uruguaio Arrascaeta analisou o trabalho realizado no período e a importância da pré-temporada para 2024.
"O momento é importante para a gente criar um grupo vencedor, com união humana, ajudar o próximo, sentirmos como irmãos. Para ser campeão, tem que ter um bom ambiente. Essa viagem tenho certeza que tem sido muito boa nessa parte", declarou o meia, em entrevista coletiva.
"A gente passa muito tempo juntos, conseguimos até fazer um churrasco. Na parte física, nos exigimos muito. Estamos aguentando, fazendo tudo que o treinador pede. Nós que sairemos beneficiados", ponderou.
Arrascaeta também falou sobre a chegada do lateral-esquerdo compatriota Matias Viña, que foi anunciado nesta semana e se junta ao grupo de uruguaios do Flamengo. "Ele já jogou no Brasil e demonstrou sua capacidade, que a gente pode confiar nele, ainda pode evoluir muito", avaliou.
Além disso, o ídolo do Flamengo comentou a recepção calorosa da torcida mesmo longe do Brasil: "Gratidão enorme pelo carinho que temos recebido aqui e em qualquer lugar que jogamos. Sabemos da grande responsabilidade que temos".
O Flamengo torna a entrar em campo diante do Sampaio Corrêa, na quarta-feira (31), às 21h30, em Belém, em jogo válido pela quinta rodada do Campeonato Carioca. O Rubro-Negro é o sétimo colocado na tabela, com cinco pontos, mas tem uma partida disputada a menos.