Rio - Em confronto direto na parte alta da tabela na luta pelo título do Campeonato Brasileiro, em jogo atrasado pela 30ª rodada, nesta quinta-feira (23), no Maracanã, o Flamengo, empurrado por mais de 57 mil torcedores, não deixou nova chance escapar e aumentou a esperança por um fim de temporada feliz. Com golaço de Arrascaeta na segunda etapa, a equipe comandada por Tite venceu o Bragantino pelo placar de 1 a 0 e colou na ponta da tabela de classificação.
Com o resultado, o Rubro-Negro chegou a 60 pontos e assumiu a terceira colocação do Brasileirão, com dois a menos em relação ao líder Palmeiras e um atrás do Botafogo, vice ao fim dos jogos após a Data Fifa. O próximo compromisso será no domingo (26), contra o América-MG, fora de casa, às 18h30 (de Brasília).
O jogo
O primeiro tempo foi muito movimentada no Maracanã, confirmando as expectativas do confronto direto na parte alta da tabela. O Bragantino teve as principais oportunidades no começo e chegou a assustar a meta defendida pelo goleiro Rossi com o lateral-esquerdo Junhinho Capixaba. A estratétiga de atuar em transição rápida fez o Flamengo mudar de postura.

O Rubro-Negro melhorou na partida na casa dos 25 minutos e ameaçou Cleiton principalmente em investidas pelo lado esquerdo com Everton Cebolinha. Em duas oportunidades em bola aéra, o goleiro do Massa Bruna precisou trabalhar para evitar a movimentanção no marcador antes dos times descerem para os vestiários.

Na volta para a etapa complementar, o Flamengo se viu em situações desconfortáveis com certa pressão da equipe visitante, que acertou o travessão em finalização de Eduardo Sasha. Rossi foi peça importante paraa evitar o primeiro golpe da equipe de Bragança Paulista. Do outro lado, o Fla voltou a competir e, no talento individual, abriu o placar.

O astro decide
Aos 29 minutos, Arrascaeta tabelou com Pulgar, limpou a marcação invadindo a área e com estilo, com o bico da chuteira, tirou de Cleiton com toque no canto esquerdo para desafogar e aliviar a pressão no Maracanã. Golaço do uruguaio, craque do time.

Depois de anotar o primeiro tento, a equipe comandada por Tite adotou postura defensiva exemplar evitando as chegadas do Bragantino, que, mesmo com três centroavantes, pouco conseguiu explorar as referências - para piorar o cenário, Thiago Borbas foi expulso pelo árbitro Bráulio da Silva Machado por reclamação.

Confortável, o Flamengo se segurou com as linhas baixas e ainda teve a chance de ampliar no último lance com Arrascaeta, mas a zaga travou na hora da finalização. Os mais de 57 mil torcedores puderam comemorar o resultado que, de vez, coloca o Rubro-Negro na luta pelo título.
Ficha técnica

Flamengo 1 x 0 Red Bull Bragantino

Local: Maracanã
Data e hora: 23/11 (quinta-feira), às 21h30 (de Brasília)
Arbitragem: Bráulio da Silva Machado
Assistentes: Bruno Boschilia e Eduardo Gonçalvez da Cruz

Gol: Arrascaeta 29'/2ºT (FLA)

Cartões amarelos: Matheuzinho, Ayrton Lucas e Fabrício Bruno (FLA); Juninho Capixaba, Luan Cândido e Helinho (RBB)

Cartão vermelho: Thiago Borbas (RBB)

FLAMENGO: Rossi; Matheuzinho (Wesley), Fabrício Bruno, Léo Pereira e Ayrton Lucas; Thiago Maia (Bruno Henrique), Gerson e Arrascaeta; Luiz Araújo (Erick Pulgar), Everton Cebolinha e Pedro (Varela). Técnico: Tite.

BRAGANTINO: Cleiton; Aderlan (Hurtado), Léo Ortiz, Luan Cândido e Juninho Capixaba (Guilherme Lopes); Jadsom, Matheus Fernandes (Thiago Borbas) e Lucas Evangelista; Helinho (Alerrandro), Vitinho (Mosquera) e Eduardo Sasha. Técnico: Pedro Caixinha.