Após quase parar depois do 7 a 1, Julio Cesar renasce e vira 'maior vencedor do futebol'

Um dos jogadores mais abatidos com a maior derrota brasileira na história das Copas do Mundo foi o goleiro Julio Cesar. Cada vez que uma bola entrava em sua meta durante o histórico 7 a 1 na semifinal no Mineirão, mais ele pensava em dar um ponto final em uma trajetória que começou no Flamengo ainda na década de 90.

Saiba Mais


O camisa 12 de Felipão jamais esquecerá aquele 8 de julho de 2014, mas não pode dizer que sua carreira parou no tempo. Após o Mundial ele recebeu a chance de voltar ao cenário europeu por meio de um convite do Benfica, depois de atuar alguns meses pelo Toronto FC da Major League Soccer .

"Depois da Copa, pensei seriamente em deixar o futebol. Foi algo do momento, devido ao que tinha acontecido. Mas agora reencontrei a autoestima, a felicidade de jogar, num clube que luta por títulos. Tudo isso muda a cabeça e faz pensar em várias coisas", declarou o arqueiro, ainda no começo deste ano.

No Estádio da Luz, o brasileiro de 36 anos se reencontrou: virou um dos pilares do time na conquista das duas últimas edições da Liga Portuguesa. "A forma como ele trabalha é impressionante, um cara que ganhou tudo, 10 anos de Inter de Milão e seleção brasileira. Não foi surpresa para mim o fato dele ter voltado a jogar nesse nível. É muito dedicado e um dos melhores goleiros que eu já vi jogando. Não à toa foi considerado um dos melhores do mundo. O sucesso é questão de tempo, ele é muito bem falado aqui na Europa", declarou o zagueiro Jardel, do Benfica, ao ESPN.com.br .

"A tranquilidade que ele passa é muito grande, orienta muito a gente lá atrás. Com a confiança que ele tem para sair com os pés, estamos sempre tranquilos porque podemos dar a bola para ele quando um atacante apertar. É muito seguro", elogiou.

Apesar de perder a reta final da atual temporada por conta de lesão, dando lugar ao jovem Éderson, o "guarda-redes" fez mais de 30 partidas pela equipe encarnada e renovou seu contrato por mais duas temporadas.

"É fantástico, um cara humilde e bacana. Quando surgiu a chance dele vir ao Benfica ficou feliz porque tem uma estrutura fantástica. A cidade de Lisboa é maravilhosa e ele acha parecida com o Rio de Janeiro, cidade natal dele. Tenho certeza que por muitos anos manterá esse nível dele pelo jeito que trabalha", projetou o defensor.

JOGADOR 'MAIS VENCEDOR DO FUTEBOL'

Com as conquistas das duas Ligas Portuguesas e da Taça de Portugal, Julio Cesar virou o mais vencedor entre os jogadores em atividade no futebol, de acordo com o polêmico ranking criado pelo jornal inglês "Daily Mail". O arqueiro bateu nomes como Lionel Messi, Cristiano Ronaldo, Iniesta e Daniel Alves.

As colocações foram baseadas nos pesos colocados para cada título conquistado.

Copa do Mundo vale dez pontos, Eurocopa e Copa América valem nove, já a Uefa Champions League e a Copa Libertadores somam oito.

Com 155 pontos ganhos, ele está um ponto à frente de Andrés Iniesta, do Barcelona.

Veja aqui o ranking completo

Títulos contabilizados pelo "Daily Mail"

Copa Mercosul: 1999.
Copa dos Campeões: 2001.
Campeonato Carioca: 1999, 2000, 2001, 2004.
Taça Guanabara: 1999, 2001, 2004.
Taça Rio: 2000.
Série A Italiana: 2005-06, 2006-07, 2007-08, 2008-09, 2009-10.
Copa da Itália: 2005-06, 2009-10, 2010-11.
Supercopa Italiana: 2005, 2006, 2008, 2010.
Uefa Champions League: 2009-10.
Mundial de Clubes da Fifa: 2010
Liga Portuguesa: 2014-15, 2015-16.
Copa de Portugal: 2014-15.
Copa América: 2004.
Copa das Confederações: 2009, 2013.

Fonte: Espn
)