Abel cobra Flamengo por erros em clássico diante do Flu: ''Ganhamos, mas saímos chateados''

O Flamengo venceu o Fluminense no clássico deste domingo. Mas o triunfo por 3 a 2, no Maracanã, não deixou Abel Braga totalmente satisfeito com o desempenho de seus comandados. Os dois gols sofridos diante do time reserva do Tricolor incomodaram o técnico rubro-negro.

- Temos que jogar sério os 90 minutos. Ganhamos, mas saímos chateados. Estamos nos cobrando. Como você analisa futebol? Pelas chances criadas. Meu goleiro não fez nenhuma defesa. Você quando faz 3 a 0 não precisa sair para cima do adversário. Sofremos dois gols bobos, mas foi bom acontecer. Se vencêssemos por 3, 4, podíamos achar que tudo era uma maravilha. Vou para casa chateado - disse Abel.

O resultado deste fim de semana determinou um novo Fla-Flu na semifinal da Taça Rio. O Fluminense terá a vantagem do empate, ao contrário do que aconteceu na semifinal da Taça Guanabara, quando venceu por 1 a 0 o rival.

Abel Braga não ficou satisfeito com o que viu no Maracanã  — Foto: André Durão

Abel Braga não ficou satisfeito com o que viu no Maracanã — Foto: André Durão

Veja mais trechos da coletiva do treinador

Poupar na semifinal?
É a hora que o treinador tem que escutar alguma coisa. E aí, vai priorizar o que? Vamos priorizar? Até aqui, não priorizamos nada, mas está chegando a hora de jogos de três em três dias. Vamos ver os exames, o que diz a parte fisiológica. Temos um ambiente ótimo e não quero perder isso. Já falei com eles: “Não quero herói”. Um jogador abaixo tecnicamente, se estiver bem fisicamente consegue ajudar, o contrário não.

Conceito defensivo do Flamengo
Não mudamos nada. Tanto que alguns gols surgiram de bola recuperada no campo de ataque. Você com 3 a 0 não pode colocar linha baixa e cometer alguns erros que cometemos. O Fluminense é uma equipe que toca bastante. Foi uma situação atípica deles jogar sem centroavante e criar superioridade no meio de campo. Fizemos três gols e estávamos mais perto do quarto do que eles do primeiro. Aí veio o gol deles, o segundo, e terminamos com o coração na mão.

Entrosamento da equipe
O segundo gol houve desvio. Se não tem desvio, não tem gol. Por isso, caiu nas costas do Léo Duarte. Há muito tempo temos deslocamento. O Flamengo no jogo passado teve 12 chances claras de gols. Temos criado chances e falhado bastante, mas temos melhorado. Já marcamos três gols. Não tem mágica não. Nossa equipe tem três jogadores diferentes do ano passado e o que tem nos caracterizado são as chances criadas.

Gols do Flu
Foram falhas de excesso de vontade. Sinceramente. Fez o 3 a 0, tem situações que você não precisa passar. Quando a bola está no quarto zagueiro, no Léo do Fluminense, ali começa o gol, na bola tocada para o zagueiro central e há um excesso de vontade, de sair da posição para tentar recuperar a bola lá no campo do Fluminense. Para que vou lá se ele tem que passar aqui?

Estágio da equipe
Não sei dizer, não. Temos obviamente uma preocupação grande com uma competição muito mais importante. Está sendo duro o desgaste e vamos pegar uma equipe descansada. Daqui a dez dias temos um jogo fundamental com o Peñarol. Tem hora que o treinador precisa de ajuda. Saio chateado com o que aconteceu, mas satisfeito com meus jogadores. Eles ficaram chateados também. O Marcos Braz até percebendo isso falou: “Peraí, ganhamos o jogo. É como se estivéssemos em um velório”. Cometemos erros e poderia custar caro.

Peso da Taça Rio
A melhor que escutei sobre tudo isso foi do Alex Escobar. A mulher dele perguntou: “Esse jogo aí vale o que?”. Ele disse: “Não sei explicar”.

Fonte: Globo Esporte

Comentários

Jogos

Próximo jogo 3 semanas, 2 dias a partir de agora
Copa do Brasil
Athlético PRAthlético PR
X
FlamengoFlamengo
Qua 10/07 / Arena da Baixada / 21h30
Brasileirão Seria A
CSACSA
0 x 2
FlamengoFlamengo
Últimas
+ Lidas da semana