Flamengo 2 x 2 Vasco


Precisando da vitória para seguir lutando por uma vaga nas semifinais da Taça Rio, o Vasco iniciou a partida marcando em cima e pressionando a saída de bola do Rubro-Negro. O Flamengo, garantido na próxima fase e sem seu principal armador, já que Diego está servido à Seleção Brasileira nas Eliminatórias da Copa do Mundo, mostrou sérias dificuldades de organizar suas ações ofensivas. Melhor em campo e dominando a posse de bola, o Vasco não demorou a levar perigo à meta de Muralha. Aos cinco minutos, Nenê cobrou falta da intermediária próximo à lateral direita e levantou na área. Pará não conseguiu cortar e Muralha apareceu para dar um chutão. O rebote foi do Vasco duas vezes e Andrezinho chutou com perigo à esquerda do gol. O Vasco continuou jogando com mais intensidade e abriu o placar aos 15 minutos, após falha de Réver. O zagueiro Rubro-Negro errou na saída de bola ao não perceber a aproximação de Luís Fabiano, que roubou a bola e tocou para Nenê avançar pela ponta esquerda e cruzar para Pikachu. O meia entrou pelo meio da zaga e tocou para o fundo da rede. O Jogo seguia favorável ao Vasco quando aos 26 minutos houve um apagão no Mané Garrincha. A partida ficou interrompida por nove minutos, e após o reinício o Vasco não conseguiu manter o ritmo inicial. A partida ficou equilibrada, mas o Flamengo, mesmo tomando mais a iniciativa, não conseguia chegar com perigo e Jordi praticamente não teve trabalho no primeiro tempo. A melhor jogada dos comandados de Zé Ricardo aconteceu aos 47. Após um chutão de Réver, Leandro Damião desviou para Pará, que invadiu a área, driblou o marcador e cruzou, mas Damião não chegou a tempo. O segundo tempo do clássico em Brasília foi totalmente diferente do anterior. O Flamengo continuou crescendo em campo, e teve grande ajuda aos oito minutos. Depois de receber um cartão amarelo por falta em Márcio Araújo, Luís Fabiano foi para cima do juiz descontrolado e recebeu o vermelho. Com um a menos, o Vasco se retraiu e viu o adversário aumentar a pressão. Aos 10, Mancuello cobrou falta da intermediária e levantou na área. Réver entrou pelo lado direito e cabeçeou para a rede, mas o bandeira assinalou impedimento de Lenadro Damião ao interpretar participação no lance por parte do atacante. Mas não demorou e o Fla chegou ao empate. Aos 14, Mancuello cobrou escanteio pela direita e William Arão subiu mais que a zaga para, de cabeça, marcar o primeiro do Rubro-Negro no Mané Garrincha. O empate foi mais combustível para os comandados de Zé Ricardo, que partiram em busca da virada. Aos 19, Arão recebeu no círculo central, dominou e fez lançamento longo para Berrío na direita. O colombiano se livrou do marcado com um corte para o meio e disparou um balaço. Jordi ainda resvalou na bola, mas ela morreu no fundo da rede. O terceiro quase veio aos 23. Mancuello tentou escorar uma bola levantada na área, a defesa corta e o lance termina com Pará chutando por cima do travessão. O Flamengo seguiu absoluto em campo até os últimos minutos. No finzinho, o Vasco tentou pressionar e acabou premiado em um lance polêmico. Aos 44, Douglas recebe de Nenê e acerta o travessão de Muralha. Três minutos depois, o árbitro erra ao marcar um toque de mão do lateral Renê dentro da área. Pênalti para o Vasco que Nenê bateu e igualou o placar mais uma vez.

Comentários

Jogos

Campeonato Brasileiro
Bahia
Bahia
0 x 1
Flamengo
Flamengo

A NETFLA

O portal tem como objetivo manter todos os torcedores e amantes do Flamengo informados sobre tudo que acontece no clube. Buscamos informações nas principais fontes de notícias sobre o Mais Querido do Mundo!!

Redes Sociais