Cruzeiro 0 (5) x (3) 0 Flamengo


A bola mal rolou no Mineirão e o Cruzeiro teve uma baixa: Raniel distendeu as duas coxas e deixou o campo chorando para a entrada de Arrascaeta. Aos seis minutos, o Flamengo deu o primeiro susto da partida. Guerrero cobrou falta e acertou o travessão. Os Rubro-Negros tentaram manter a intensidade por mais alguns minutos. Mas o Cruzeiro logo encontrou se encontrou em campo. Na marca dos 13, após cruzamento, a bola sobrou para Arrascaeta, que bateu cruzado para fora. Na sequência, foi a vez do uruguaio servir Thiago Neves, que mandou por cima da meta. A Raposa seguiu sendo mais perigosa, principalmente por tocar rápido a bola. Já o Flamengo teve Diego apagado na primeira etapa e pouco criou. Arrascaeta ainda teve mais duas chances de abrir o placar. Na primeira, aos 27, bateu colocado para fora. Na segunda, na marca dos 35, recebeu cruzamento de Hudson, não conseguiu dominar e atrasou a bola para Muralha. O segundo tempo foi completamente truncado. As equipes seguiram marcando forte e deixando poucos espaços para os adversários. A melhor chance do Cruzeiro na segunda etapa foi quando, aos 33, Thiago Neves cruzou, Muralha deu um tapa na bola, que sobrou para Arrascaeta, que mandou para fora. Já antes do fim, Guerrero tentou para o Mengão em jogada individual seguida de forte chute que Fábio espalmou. Não teve jeito, a decisão foi para as penalidades. Pênaltis Nas penalidades, o Cruzeiro mostrou 100% de aproveitamento e Henrique, Léo, Hudson, Diogo Barbosa e Thiago Neves converteram suas cobranças. Já do lado do Flamengo, Guerrero, Juan e Trauco fizeram, mas Diego perdeu e a taça ficou em Minas Gerais.

Comentários

Jogos

Campeonato Brasileiro
Flamengo
Flamengo
- x -
Bahia
Bahia

A NETFLA

O portal tem como objetivo manter todos os torcedores e amantes do Flamengo informados sobre tudo que acontece no clube. Buscamos informações nas principais fontes de notícias sobre o Mais Querido do Mundo!!

Redes Sociais